Intolerância ao Glúten: como descobrir se eu tenho?

jul 6, 2017

De tempos em tempos, a Ciência e a Medicina fazem novas descobertas que causam grande impacto em nossos hábitos e mostram a necessidade de adequarmos nossa alimentação para termos uma vida mais saudável. Um desses temas que tem chamado a atenção e atraído grande cobertura é a intolerância ao glúten.

Você sabe o que é o glúten e por que algumas pessoas são intolerantes a ele? Sabe como descobrir se determinados sintomas que você possa estar notando estão a esse problema? Se você ainda tem dúvidas sobre esse assunto, confira o artigo de hoje e saiba mais sobre a intolerância ao glúten:

O que é glúten?

Trata-se de uma proteína presente em grãos como trigo, centeio, cevada, semolina e espelta. Ela faz parte da composição desses alimentos de maneira natural e não causa nenhum mal sozinha.

Então por que o glúten é apontado como vilão?

O problema é que nem todas as pessoas produzem as enzimas necessárias para digerir o glúten da forma apropriada. O resultado é um conjunto de sintomas que podem causar muito desconforto e provocar doenças — trata-se da intolerância ao glúten.

Essa condição pode surgir tanto em adultos quanto em crianças. E, situações extremas, ela pode surgir na forma da Doença Celíaca, que tem sintomas mais graves como fortes dores abdominais e diarreia. Alguns dos pacientes chegam a ficar internados devido a total intolerância do organismo ao glúten.

Neste último caso, o que ocorre é uma reação imunológica à proteína, causando uma inflamação na superfície do intestino delgado e provocando lesões em pequenas estruturas chamada vilosidades e microvilosidades.

Com essas pequenas estruturas lesionadas, o intestino não consegue absorver devidamente os nutrientes de todos os alimentos. Ou seja, além do desconforto, a pessoa pode ficar desnutrida.

Quais são os sintomas da intolerância ao glúten?

Você já deve ter ouvido diversas celebridades dizendo que são intolerantes ou alérgicas ao glúten. Algumas falam da sensação de desconforto abdominal que sentem e como esse é um sintoma muito comum em qualquer pessoa.

O bombardeio de informações referentes ao glúten e seus supostos malefícios talvez tenha provocado um questionamento sobre a possibilidade de ser intolerante também.

Para que você não tenha mais dúvidas, formulamos uma pequena lista com os principais sintomas desta condição médica. Preste atenção a cada um deles. Vamos lá!

  • sintomas intestinais como excesso de gases, dor no estômago, prisão de ventre e diarreia;
  • abdômen inchado após o consumo de alimentos como pães, bolos, massas e cerveja;
  • alternância entre períodos de prisão de ventre e diarreia;
  • variações de humor e irritabilidade, depressão e confusão, que podem ser causados pela dificuldade em absorver nutrientes devido a danos na mucosa intestinal;
  • enxaquecas frequentes, principalmente após as refeições;
  • tontura ou sensação de cansaço excessivo após as refeições;
  • coceiras ou manchas vermelhas na pele que podem coçar;
  • dores frequentes nos músculos ou articulações.

Como solucionar o problema?

Uma boa forma de testar esses sintomas e começar a descoberta de uma possível intolerância é excluir da dieta produtos que contém glúten por um prazo de duas a quatro semanas.

Nesse período, é importante ficar atento a quaisquer sinais de melhora. Logo após, vá reintroduzindo os alimentos para verificar alterações e se os sintomas anteriores voltam a aparecer.

Se você identificar vários desses fatores, o primeiro passo é procurar um médico para que o diagnóstico seja feito corretamente e um tratamento seja iniciado de acordo com as suas necessidades.

Mesmo não existindo um teste específico para confirmar a intolerância ao glúten, o quadro gera resultados no organismo que são facilmente detectados por um profissional.

Exames de sangue, fezes, urina ou a biópsia intestinal podem apontar baixos níveis de ferro, presença de gordura nas fezes e dificuldade para absorção de cálcio, que podem ajudar na hora de chegar a um diagnóstico.

Também é importante observar se a saúde bucal se tornou deficiente devido à desnutrição e, no caso de crianças, se houve algum tipo de retardo no crescimento.

Qual é o tratamento para quem tem intolerância ao glúten?

No caso da intolerância ao glúten, o tratamento não consiste em controlar os sintomas através do consumo de medicamentos. É preciso eliminar a causa do problema, o que significa cortar radicalmente esta proteína da alimentação.

Sendo assim, é necessário substituir os alimentos que contém glúten por outras opções presentes no mercado. A boa notícia é que, por conta do aumento de pessoas preocupadas em fazer uma dieta sem a substância, as opções aumentaram e melhoram muito para os portadores desse tipo de doença.

Algumas opções são: araruta, farinha de amendoim, quinoa, farinha de arroz e farinha de soja. Já é possível encontrar opções de massas, biscoitos e até mesmo cervejas sem glúten, que utilizam alguns desses substitutos.

Uma grande dúvida, porém, ainda é quanto ao consumo da aveia, pois nas embalagens geralmente encontramos a informação de que contém glúten. No entanto, isso não é verdade. O que ocorre é uma possível contaminação do grão utilizado em grandes fábricas que também processam alimentos com trigo.

Já existem fábricas que fazem esse processamento de forma separada. Nem sempre é possível achar a aveia sem glúten em supermercados, mas em casas especializadas em produtos naturais você pode encontrar o produto e desfrutar de seus benefícios sem qualquer problema. Na dúvida, confira o rótulo.

Existe vida sem glúten?

Para a maioria de nós, que vivemos no mundo ocidental, a ideia de viver sem glúten pode parecer, a princípio, uma missão impossível.

Afinal, quantas vezes substituímos o jantar por uma pizza, comemos massas em nosso almoço ou esquecemos as pressões do trabalho com aquela cervejinha no happy hour com os amigos? Isso sem contar o pãozinho do café da manhã ou nos bolos, tortas e outras delícias da culinária brasileira.

Mas tudo depende da readequação dos nossos hábitos alimentares. Substituir o trigo por diversos outros cereais pode ser uma excelente oportunidade de trocar um único nutriente por uma variedade imensa de produtos naturais e saudáveis. São novas cores, sabores e texturas que proporcionam ainda mais benefícios para o corpo.

Entendeu o que é a intolerância ao glúten e quer saber mais sobre como cuidar de sua saúde? Curta nossa página no Facebook e fique por dentro de outros conteúdos exclusivos!

Tabelas atualizadas dos principais planos de saúde: planos individuais, empresariais, para gestantes, para crianças, para familiares e para idosos.

final de ano black - amigao saude - 2018Powered by Rock Convert