Cobertura e carência do plano de saúde para apendicite

jan 29, 2020

ATENÇÃO

Todos os planos de saúde estão cobrindo o teste para o coronavírus.
Contrate agora mesmo seu plano e garanta melhores condições e os valores da tabela vigente.

Você sabe o que é apendicite? Este problema é bem dolorido, podendo até mesmo ser fatal. Mas, felizmente, hoje em dia é um procedimento rotineiro, sem praticamente nenhuma complicação. Tem dúvidas sobre como funciona a apendicite e sua relação com o plano de saúde? O Amigão Saúde responde às suas dúvidas sobre a cobertura e carência do plano de saúde para apendicite.

O que é a apendicite?

Em primeiro lugar, é preciso entender o que é apendicite.

O apêndice é o órgão que dá origem a este problema. Fica localizado na primeira parte do intestino grosso e não tem nenhuma função clara dentro do nosso organismo. Apesar disso, leva à apendicite, uma doença que pode ser fatal, se não for tratada com urgência. Normalmente, em até três dias o apêndice pode estourar, o que causa uma infecção generalizada. Por isso, é preciso ser rápido na operação.

A situação ocorre por conta de uma inflamação neste órgão, que pode impactar todo o abdome. Ela começa por conta do acúmulo de fezes ao redor do órgão, o que gera essa inflamação. A sensação de dor é extremamente forte, e a infecção pode se espalhar rapidamente, levando até mesmo ao óbito do paciente. Os sintomas incluem:

  • Mal-estar;
  • Dor na parte inferior e direita do abdome;
  • Náuseas e vômitos;
  • Diminuição de apetite;
  • Flatulência e indigestão;
  • Febre, normalmente após 1 ou 2 dias dos primeiros sintomas;
  • Diarreia ou prisão de ventre.

É uma doença com um diagnóstico bem simples, geralmente um exame clínico e um ultrassom são o suficiente para descobri-la. O tratamento é mais simples ainda, sendo que a única opção é a cirurgia.

Como é a carência para cirurgia de apendicite?

A cobertura e carência do plano de saúde para apendicite, pode ser de 120 dias. Porém, é importante conhecer como é que ocorre a apendicite para entender que ela não se enquadra neste prazo.

Por isso, a ANS estipulou um tempo de carência máximo para cirurgias urgentes de até 24 horas. Como uma doença que pode levar ao óbito se não tratada imediatamente, a apendicite se enquadra neste quesito.

Porém, não é incomum que os planos neguem a cobertura por argumentar que o prazo de carência ainda não foi cumprido. Apesar disso, o cliente pode entrar na justiça para conseguir uma liminar e agilizar o procedimento.

Como se trata de uma doença que pode acontecer com qualquer pessoa, em qualquer momento e sem nenhum aviso, a jurisprudência fica do lado cliente, que geralmente consegue realizar o procedimento de forma imediata, com cobertura do plano. Na verdade, em certos casos, existe até mesmo o ressarcimento de danos morais por conta do estresse e sofrimento que a negação da cirurgia traz para os clientes.

A ANS deixa claro que o cliente tem direito ao custo de todas as despesas, mesmo antes do plano de carência em casos de situações de emergência ou urgência. Este é o caso da apendicite.

Quanto à cobertura, a apendicite é obrigatória para qualquer plano hospitalar, nos hospitais de referência. Já para o ambulatório ela não é obrigatória, visto que o plano cobre apenas consultas, exames e tratamentos que não contemplam internações. Para questão de referência, nos EUA a operação de apendicite custa mais de R$ 150 mil, demandando 3 ou 4 dias de internação.

Ou seja, em casos de apendicite não é preciso entrar em pânico, pois o convênio médico irá fazer a cobertura, desde que o plano seja adequado, independente da carência do mesmo.

Existe alguma forma de prevenir a apendicite?

Apesar de ainda não se saber tudo sobre o apêndice e a doença sempre vir de surpresa, é possível sim preveni-la. Em grande parte, as dicas giram em torno de ter uma boa rotina de alimentação, com hábitos saudáveis.

Por se encontrar na região intestinal, o maior objetivo é garantir o bom funcionamento do intestino. Isso significa fazer a ingestão de fibras e alimentos ricos nesta substância. Além disso, também é importante beber um bom volume de água por dia e fazer exercícios regularmente.

Portanto, o plano de saúde irá cobrir você no caso de uma emergência grave, como a apendicite. Agora que você já sabe tudo sobre este assunto, se cadastre na newsletter do Amigão Saúde para ficar por dentro de tudo sobre os planos. Consiga a melhor cobertura para você e sua família solicitando uma cotação pelo WhatsApp!

ATENÇÃO

Todos os planos de saúde estão cobrindo o teste para o coronavírus.
Contrate agora mesmo seu plano e garanta melhores condições e os valores da tabela vigente.

Tabelas atualizadas dos principais planos de saúde: planos individuais, empresariais, para gestantes, para crianças, para familiares e para idosos.

As principais viroses em crianças e como evitá-las

Você sabe quais são as principais viroses em crianças e como preveni-las. Confira o conteúdo completo no blog e tire suas dúvidas.

Conteúdos relacionados:

Share This