Entenda a importância do médico pediatra para a saúde do seu filho

Entenda a importância do médico pediatra para a saúde do seu filho

Cuidar da saúde da criança é fundamental para que ela desfrute da infância da melhor maneira possível, preservando os resultados desse cuidado na vida adulta. Para garantir que tudo corra da melhor forma, é preciso que o seu filho seja acompanhado por um bom médico pediatra.

O pediatra é o profissional de saúde capacitado para acompanhar e intervir em eventuais problemas de saúde, além de promover a prevenção de doenças e orientar sobre os cuidados necessários. Quer entender a importância do médico pediatra, como escolher um profissional de segurança e os pontos nos quais ele atua? Veja as informações que listamos abaixo:

Escolhendo um bom medico pediatra

Todos os pais querem oferecer o melhor para os filhos, e essa preocupação reflete na busca por um bom pediatra. Mas diante do grande número de profissionais disponíveis, como escolher o que melhor atende as necessidades da criança e da família?

Buscar indicações de familiares e de amigos é uma boa estratégia, principalmente entre aqueles que têm o mesmo estilo de criação ou crianças com idades semelhantes às dos seus filhos. Perguntar sobre pediatras para outros médicos de sua confiança também pode ser um bom caminho para encontrar o novo profissional que acompanhará a família.

Além disso, muitos planos de saúde disponibilizam, em seus sistemas, informações sobre os currículos profissionais dos médicos, o que pode auxiliar na escolha do pediatra, por informar os locais de formação acadêmica, as especializações médicas realizadas e se o médico tem se atualizado em sua área.

Outra opção interessante é agendar um horário para conversar com o médico pediatra, a fim de tirar dúvidas, conhecer o seu consultório, entender sua postura profissional e estabelecer uma boa relação. Além disso, a visita permite observar o trajeto entre o consultório e a sua residência ou seu trabalho.

Se o casal estiver esperando um bebê, o ideal é começar a busca por um médico pediatra ainda durante a gestação. Assim, possivelmente já receber orientações sobre os cuidados com o bebê e sobre quando iniciar o acompanhamento pediátrico.

Cuidados desde os primeiros dias de vida

A chegada de um bebê exige adaptações na rotina da família e um preparo cuidadoso durante a gestação, como o acompanhamento pré-natal. O acompanhamento pediátrico, que determina os cuidados da saúde do bebê, deve começar nos primeiros dias de vida, por volta da primeira semana.

O médico pediatra acompanhará o bebê em consultas com intervalos regulares, sendo, geralmente, mensais no primeiro ano de vida, trimestrais no segundo ano, a cada seis meses entre 3 e 7 anos e anuais após os 8 anos.

Garantir a regularidade do acompanhamento é muito importante para a saúde na infância, uma vez que o pediatra detalhará os cuidados mais adequados para cada etapa e acompanhará o progresso no desenvolvimento da criança.

A importância do acompanhamento pediátrico

O acompanhamento pediátrico envolve, além das queixas e sintomas apresentados, o cuidado com 4 aspectos da saúde da criança: crescimento, desenvolvimento, alimentação e vacinação. São esses cuidados que asseguram que tudo está ocorrendo de acordo com esperado para cada idade.

Crescimento

O crescimento envolve observar o ganho de peso e de estatura, correlacionar esses dados com as medidas anteriores da criança e comparar com o previsto para a idade, através das curvas de crescimento. Embora pareçam medidas simples, acompanhar o crescimento fornece informações fundamentais sobre a saúde da criança, sobre o seu estilo de vida e sobre possíveis doenças.

Desenvolvimento

Já o desenvolvimento relaciona-se com aquisição de habilidades cognitivas, motoras e de interação social, como falar, andar e atingir outras habilidades esperadas para idade. Verificar se a criança está atingindo os marcos de desenvolvimento envolve uma observação atenta pelo médico pediatra, coleta de informações da família e até mesmo informações da escola.

Alimentação

Buscar uma alimentação saudável deve fazer parte da rotina de todas as famílias. Na infância, cabe ao pediatra analisar os hábitos alimentares da criança e instruir os pais sobre os alimentos adequados e não recomendados para cada fase. Muitos pais trazem da própria criação práticas alimentares não muito saudáveis, que precisam de orientação específica para serem modificadas, a fim de não afetarem a saúde dos filhos.

Vacinação

A importância da vacinação na infância é incontestável, visto que a imunização evita uma série de doenças e suas consequências para as crianças. Isso porque os pequenos, principalmente recém-nascidos, possuem um sistema imunológico mais frágil que o dos indivíduos adultos. Acompanhar a caderneta de vacinação, informar sobre quais estão em dia e quais estão em atraso, também fazem parte dos cuidados pediátricos.

O pediatra pode também recomendar outras vacinas que ainda não fazem parte do calendário do Ministério da Saúde, mas estão disponíveis na rede privada. Ademais, ele analisará eventuais casos nos quais uma vacina não é recomendada ou deve ser substituída, como em casos de alergias ou de imunidade muito baixa.

Todos esses dados devem ser coletados e analisados periodicamente, comparando as medidas ao longo do tempo. Assim, o acompanhamento em consultório, preferencialmente pelo mesmo médico pediatra, não é substituível por visitas ao pronto atendimento, o que deve ocorrer apenas em períodos de doença. No pronto atendimento, o objetivo é resolver um problema agudo, ficando o acompanhamento em segundo plano.

Além disso, o acompanhamento pediátrico regular permite ao médico pediatra conhecer melhor os aspectos globais da saúde da criança, como doenças persistentes, alergias comuns na infância, cuidados com o ambiente e pontos sensíveis para prevenção de acidentes.

Muito além de tratar doenças

Buscar o atendimento médico apenas em casos de doenças é um erro comum, que pode ter sérios impactos na saúde e na prevenção de enfermidades. Para a criança, que está em fase de desenvolvimento, acompanhar cada etapa é ainda mais importante, pois esse é um período crítico para realizar diagnósticos precoces e para intervenções bem-sucedidas.

Além disso, na infância, são desenvolvidos os hábitos que serão levados para a vida adulta, como o padrão alimentar, a prática de atividades físicas, o desempenho escolar e a interação social. Todos esses aspectos também são abordados pelo médico pediatra, que é capacitado para orientar a família em direção a essas boas práticas.

Quando a criança é bem acompanhada pelo pediatra, este médico é capaz de estabelecer parcerias bem-sucedidas com a criança, por conquistar sua confiança e com a família, pelo contato frequente. Em muitos casos, o médico pediatra também pode estabelecer um vínculo com a escola, solicitando informações sobre o desempenho e comportamento e informando sobre possíveis cuidados específicos para a criança.

A atenção do médico pediatra com a saúde da criança vai muito além da resolução de problemas de saúde. O seu acompanhamento é fundamental para a abordagem integral do bem-estar da criança em diversas esferas e o pediatra é o profissional de saúde capacitado para coordenar este cuidado.

Se você achou as informações desse post importantes e deseja que mais pessoas entendam mais sobre o assunto, compartilhe este texto nas suas redes sociais!


Also published on Medium.

Share This