Plano de saúde cobre cirurgia ortognática?

mar 9, 2020

ATENÇÃO

Todos os planos de saúde estão cobrindo o teste para o coronavírus.
Contrate agora mesmo seu plano e garanta melhores condições e os valores da tabela vigente.

Existe uma relação muito clara entre a estética de uma pessoa e sua qualidade de vida. Não somente ela afeta a sua autoestima e sua confiança, mas também pode afetar diretamente a maneira como ela se comporta. Por outro lado, existem os procedimentos que combinam estética e funcionalidade. Então, neste post, você vai entender se o plano de saúde cobre cirurgia ortognática.

O que é a cirurgia ortognática?

Esta cirurgia é recomendada para corrigir certas alterações de crescimento dos maxilares. Por exemplo, são comuns quando um paciente tem o queixo desproporcional, posicionado para frente ou praticamente inexistente.

Mas, ao contrário do que se pensa, não é apenas um procedimento estético, apesar de este ser um benefício da cirurgia. Ela é classificada como “estético-funcional”, pois é capaz de corrigir o problema estético, mas também tem um forte apelo funcional.

Estas dificuldades de posicionamento podem resultar em, por exemplo, problemas de mordida, nas articulações ou até mesmo na respiração.

É uma cirurgia que pode ser recomendada para diversos tipos de pacientes, sejam aqueles que têm uma deformação mais discreta até as mais exageradas. Para isso, é necessário um processo de diagnóstico do paciente, de modo a encontrar o melhor tratamento.

Dependendo do caso, a cirurgia não é a melhor opção, mas são necessárias diversas avaliações para encontrar a resposta ideal. Na infância, normalmente, o problema é corrigido com o uso dos aparelhos.

A cirurgia ortognática tem cobertura do plano de saúde?

De acordo com a ANS, o procedimento é garantido na cobertura dos convênios médicos, assim como da internação e os materiais usados para o mesmo. O reembolso dos custos com a equipe para a operação pode ser feito de acordo com o tipo de plano que foi contratado. Portanto, a resposta é sim, a cirurgia ortognática é garantida pelo plano de saúde.

Além da cirurgia em si, pode ser necessário seções de fisioterapia e de drenagem linfática após o procedimento, de modo a acelerar o processo de recuperação e aumentar o conforto do paciente. As consultas fisioterápicas também são garantidas no plano de saúde.

Já a drenagem linfática é um caso um pouco mais específico. Ela é válida para casos de tratamento de certas condições que atrapalham a movimentação linfática, o que ocorre por conta de certas doenças.

Como este não é o caso, ela não é de cobertura obrigatória nos planos de saúde, a não ser que isso seja explícito contratualmente.

O único ponto ao qual o cliente deve se atentar é em relação à carência do plano. Qualquer convênio médico tem um período de carência para o uso dos procedimentos. E no caso das cirurgias, isso pode variar.

Para as de emergência e urgentes, este prazo é de 24 horas, o que não é o caso na cirurgia ortognática. Em relação à maioria das cirurgias, o tempo de carência é de, no máximo, 180 dias. É importante consultar sempre as carências no momento de contratar um plano.

Quais são as vantagens desta cirurgia?

A cirurgia ortognática é recomendada para os pacientes que têm um desenvolvimento desigual das arcadas dentárias. Como mencionado acima, isso não é apenas uma questão estética, trazendo consequências para a saúde e para a qualidade de vida. Por isso, a ANS classifica a cirurgia de correção como obrigatória.

Normalmente, alguns dos problemas mais comuns são as dificuldades na alimentação, assim como certas dores de cabeça, na face e dificuldade em fechar a boca.

Outra vantagem é que o procedimento é realizado totalmente dentro da boca do paciente, o que significa que não existem cicatrizes externas. Também tende a ser uma cirurgia que não é muito invasiva, fazendo com que o paciente seja liberado, em grande parte das vezes, no mesmo dia.

Porém, ela é invasiva o suficiente para poder gerar alguma dor e desconforto. Ao final do procedimento, o esqueleto da face é fixado através de placas e parafusos de titânio, fazendo com que ele assuma uma nova posição de forma permanente.

Agora que você sabe que o plano de saúde cobre a cirurgia ortognática, por que não seguir a Amigão Saúde nas redes sociais? Confira todos os nossos conteúdos e entenda tudo sobre os convênios médicos, para sempre garantir o melhor tratamento para você e sua família, sem precisar pagar muito caro por isso.

ATENÇÃO

Todos os planos de saúde estão cobrindo o teste para o coronavírus.
Contrate agora mesmo seu plano e garanta melhores condições e os valores da tabela vigente.

Tabelas atualizadas dos principais planos de saúde: planos individuais, empresariais, para gestantes, para crianças, para familiares e para idosos.

Planos Amil One em São Paulo: conheça os principais

No cenário atual, é muito complicado confiar a sua saúde ou mesmo da sua família à rede pública de atendimento. O Sistema Único de Saúde (SUS), por exemplo, não consegue suportar a demanda e se torna, cada vez mais, uma opção pouco segura. Por isso, os planos de saúde...

Conteúdos relacionados:

Share This