7 razões para você optar pela saúde privada no Brasil

jul 6, 2018

A saúde privada no Brasil mostra-se a opção mais segura para quem deseja tranquilidade e um tratamento eficiente para eventuais problemas, pois sabemos que a saúde pública brasileira não está nos seus melhores momentos.

A ausência de especialistas e ferramentas essenciais para cuidar do bem-estar da população são problemas bem presentes. E isso só tende a se potencializar com os cortes de investimentos em setores públicos para os próximos anos.

Sabendo disso, selecionamos 7 razões para você perceber que a saúde privada é a sua melhor escolha. Acompanhe!

1. Segurança para você e para família

Imprevistos acontecem e, por isso, tomar todos os cuidados com a saúde nunca é uma ação inapropriada. É preciso contar com a segurança de que você e a sua família terão um atendimento qualificado em casos de urgência, como doença de familiares no meio da madrugada ou acidentes.

Para as mulheres grávidas, um plano que abarque todas as necessidades antes, durante depois dessa fase é essencial para a saúde da futura mãe e do bebê. Apesar de contar com setores dedicados à maternidade, a rede de saúde pública peca pela precariedade de itens necessários para a gravidez. Por isso, é mais adequado contar com a segurança da saúde privada.

2. Qualidade no atendimento

A alta demanda e a pouca capacidade estrutural são fatores que impedem que os profissionais de saúde da rede pública façam um atendimento eficiente. E é por isso que a saúde privada no Brasil é uma opção muito mais valiosa.

O bom atendimento da rede privada é destaque desde a consultoria domiciliar, realizada por profissionais dispostos a trazer o que há de mais vantajoso dentro da sua realidade, até os momentos em que você mais precisa do plano de saúde.

A rapidez para ser atendido e a humanização dos funcionários do hospital são fatores que fazem a diferença no bem-estar e na recuperação dos pacientes. Optando pela saúde privada, você pode contar com todos esses benefícios.

3. Investimento efetivo em saúde

A precariedade de equipamentos e ferramentas básicas é uma realidade no sistema público, como já abordamos. Ao optar pela saúde privada, você tem a chance de contar com tratamento à base de investimentos em novas ferramentas e técnicas que facilitam a vida dos funcionários e, principalmente, dos pacientes.

Segundo dados da Confederação Nacional de Saúde (CNS), em 2016, quase 99% de todos os beneficiários em planos médico-hospitalares não demostraram insatisfação com o seu plano. Isso significa que a satisfação em relação à saúde privada no Brasil é uma regra entre a população, já que os serviços oferecidos são de qualidade.

4. Planos alinhados às suas necessidades

Um dos principais diferenciais da saúde privada é a diversidade de especialistas disponíveis para os pacientes, o que é ótimo para se manter em dia com a sua saúde em todos os aspectos. Entre boas empresas do ramo da assistência médica, você tem a total liberdade para escolher o plano que mais atende às suas necessidades.

Na maioria das operadoras, é possível incluir o plano odontológico escolhido por você. Isso gera uma drástica redução de custos, já que não é preciso contratar essa funcionalidade por fora.

Além dos planos de saúde individual, familiar e coletivo por adesão, gestores podem contratar um plano de saúde empresarial, otimizando os seus gastos e contando com uma parceria que ofereça serviço personalizado aos colaboradores da empresa.

5. Preços vantajosos

Planos de saúde não exigem muito do seu bolso. Na verdade, o preço de optar pela saúde privada no Brasil varia muito de acordo com a idade e a possibilidade de pagamento do contratante.

Com um investimento mensal razoável, você pode garantir o conforto de contar com um atendimento médico quando mais precisar. Todas as formas de investir na saúde são sempre úteis, principalmente quando não prejudicam a sua saúde financeira.

Nas datas de pagamento, caso você não tenha utilizado muito os benefícios do seu plano, saiba que, a qualquer momento, você pode passar por uma urgência e estar seguro quanto ao tratamento. Ao contrário, colocar a sua vida e a de quem você mais ama em risco não parece uma boa ideia, não é?

6. Portabilidade de carências

Segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) — órgão governamental que regula os planos de saúde no Brasil —, a portabilidade de carência é “a possibilidade que o beneficiário tem de trocar de plano de saúde, dentro da mesma operadora ou para uma operadora diferente, sem ter que cumprir novos períodos de carência“.

Isso significa que é possível mudar para outro plano de saúde sem enfrentar períodos em que não irá receber os benefícios do seu atual plano (exames, emergências, consultas etc.). Essa possibilidade é uma ótima solução no caso de você precisar morar em outra região, por exemplo, e não deseja ficar sem uma garantia de tratamento.

A própria ANS determina algumas regras para que você tenha o direito à portabilidade, como: não atrasar as mensalidades, estar no outro plano por, no mínimo, dois anos e escolher outro plano com preço equivalente ao plano anterior.

7. Facilidade para marcar consultas

Realizar exames e ter um acompanhamento médico periodicamente são práticas necessárias para cuidar da saúde. No entanto, é comum enfrentar algumas barreiras para marcar uma consulta por meio do SUS (Sistema Único de Saúde).

A principal delas refere-se ao tempo de espera entre finalmente conseguir marcar a consulta e o dia da consulta. Geralmente, espera-se meses para realizar exames simples e conseguir diagnóstico de um médico.

Por outro lado, no setor privado, é normal marcar uma consulta com uma simples ligação, além de contar com a certeza de que não precisará esperar um longo período para ser atendido.

Neste artigo, você conheceu 7 razões para escolher a saúde privada no Brasil. É importante não deixar o seu bem-estar e o da sua família nas mãos do setor público, já que planos privados oferecem saídas muito mais viáveis e seguras para todos.

Gostou do conteúdo? Quer saber por que é importante ter um plano de saúde para quem mora em São Paulo? Leia agora no nosso blog.

Tabelas atualizadas dos principais planos de saúde: planos individuais, empresariais, para gestantes, para crianças, para familiares e para idosos.