Entenda a importância do geriatra para a terceira idade

dez 20, 2017

Já há alguns anos, a terceira idade passou a ser popularmente conhecida como a “melhor idade”. Com as mudanças e evoluções da sociedade, envelhecer deixou de ser um fardo — e não significa nada além de ter mais experiências e maturidade.

O idoso que se cuida consegue levar uma vida saudável, sem restrições de atividades e com uma rotina semelhante à de seus anos áureos de juventude. E, quando falamos de cuidados, não nos referimos apenas a uma dieta saudável, à prática de atividades físicas ou a conciliar trabalho e descanso.

Nessa etapa da vida, é muito importante que homens e mulheres tenham o acompanhamento de um profissional que cuide e oriente-os em tudo o que diz respeito à saúde. É por isso que, no post de hoje, falaremos sobre o geriatra, o médico responsável por zelar pela qualidade de vida dos idosos.

Vamos entender a importância do geriatra para a terceira idade, qual é sua real função, em que ele pode ajudar e, claro, qual é a melhor idade para começar a consultá-lo. Continue a leitura e confira!

Qual a importância do geriatra para a terceira idade?

Em pouco mais de 70 anos, a taxa de expectativa de vida do Brasil cresceu cerca de 40 anos. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 1945, mulheres e homens brasileiros viviam uma média de 45 anos. No último levantamento, feito em 2015, essa expectativa já subiu para 75,5 anos.

Tais dados provam a necessidade de cuidar da saúde e ter o acompanhamento de um especialista nessa transição. A importância de um geriatra para a terceira idade surge justamente porque é o apoio desse profissional que vai permitir que não haja perda de qualidade de vida agora que todos nós estamos vivendo mais.

Como o profissional atua

A geriatria é uma especialidade da medicina relativamente recente. Seu surgimento se deu justamente devido à necessidade de um atendimento diferenciado e exclusivo para quem já está ficando mais velho.

O geriatra, ao consultar o paciente, será capaz de distinguir as mudanças anatômicas, psicológicas e funcionais que já são comuns ao processo do envelhecimento — provenientes de possíveis doenças e distúrbios que também podem vir a ocorrer nessa fase da vida.

E, ao contrário de muitos profissionais consultados por pessoas na faixa etária a partir dos 60 anos, os geriatras não se restringem a analisar um órgão ou sistema do corpo. Essa especialidade se dedica a toda a saúde do indivíduo.

Segundo os médicos, inclusive, um dos principais objetivos do acompanhamento com um geriatra é a individualização do processo de saúde do paciente. Assim, evita-se a necessidade do acompanhamento com vários profissionais.

Isso não impede, no entanto, que o geriatra trabalhe lado a lado com cardiologistas e neurologistas, por exemplo. Eles costumam ser os profissionais médicos mais requisitados por essa faixa etária.

Como ocorre o processo de envelhecimento?

Durante toda a vida, nossos corpos mantêm algumas reservas funcionais. E tais estoques nos permitem desempenhar as atividades diárias, recuperar de enfermidades e ter energia.

Com a chegada à terceira idade, no entanto, alguns fenômenos biológicos começam a entrar em ação no nosso corpo e acabam diminuindo, de forma gradativa, todas essas reservas. Assim, os idosos se tornam mais vulneráveis a algumas situações — como as doenças — do que aqueles que são mais jovens.

Tipos

O envelhecimento é caracterizado de duas formas. A primeira delas é o envelhecimento normal, que é aquele pelo qual todos nós passaremos em algum momento. Trata-se do processo natural de ficar mais velho, que não pode ser paralisado ou curado, apesar de poder acontecer de forma bastante saudável.

Já o envelhecimento patológico (ou a senilidade, como também é conhecido) acontece quando há a perda da capacidade funcional de, pelo menos, um órgão do corpo. Isso ocorre devido a fatores externos, que podem ser evitados. Alguns exemplos são:

  • uso de bebidas alcoólicas;
  • hábito de fumar;
  • sedentarismo;
  • obesidade;
  • má alimentação.

Quando procurar por um geriatra?

Apesar de ser um especialista médico recomendado para pessoas na terceira idade, a primeira consulta com um geriatra deve acontecer pouco antes da chegada a essa faixa etária. O acompanhamento prévio é chamado de geriatria preventiva.

Antes mesmo de tratar alguns problemas que podem começar com a idade, é possível fazer a prevenção de vários casos, com check-ups, exames e consultas para tirar dúvidas sobre o que está por vir.

Já começa a aumentar, também, o número de pessoas mais jovens, na faixa dos 35 anos, que procura por geriatras para retardar o processo de envelhecimento. Tendo uma base saudável, a passagem dos anos tende a ser mais saudável e a acontecer de forma equilibrada.

Como viver bem na terceira idade?

Como já vimos neste post, o processo de envelhecimento natural pode ser muito saudável e agradável. A partir do momento em que o idoso procura por um geriatra para acompanhá-lo no decorrer dos anos, certamente serão dadas dicas fundamentais que vão se aliar aos exames, aos tratamentos e às rotinas médicas.

Alguns cuidados básicos, que devem ser levados em consideração desde a juventude, refletirão de forma positiva com a chegada da melhor idade. Hábitos como dormir bem, usar filtro solar diariamente e realizar atividades físicas são essenciais e devem ser adotados por toda a vida.

Já na terceira idade, é importante cuidar da alimentação, com dietas específicas que vão suprir as necessidades do corpo nessa fase da vida. Isso tudo, é claro, será acompanhado pelo geriatra.

Para não correr riscos de ficar desamparado no quesito saúde e garantir que todos os exames e consultas caibam no bolso, é sempre importante contar com o apoio de um plano de saúde que tenha, em sua carteira, geriatras conceituados e que possam oferecer o melhor acompanhamento.

Agora que você já sabe tudo sobre a importância do geriatra para a terceira idade, compartilhe conosco e com os demais leitores a sua opinião. Deixe um comentário e conte-nos quais são suas dúvidas quanto a esse especialista médico. E, se tiver, dê também dicas para quem quer encontrar um profissional de qualidade!

Tabelas atualizadas dos principais planos de saúde: planos individuais, empresariais, para gestantes, para crianças, para familiares e para idosos.

final de ano black - amigao saude - 2018Powered by Rock Convert